Zika nas Américas e microcefalia

Uma cronologia

Embed

  1. O início e algo mais

  2. O Ministério da Saude anuncia no dia 15 de maio de 2015 que o virus Zika circula no País.
  3. O achado se deu no município de Camaçari, região metropolitana de Salvador, capital do estado da Bahia, uma doença anteriormente desconhecida que afetava pacientes com sintomas semelhantes aos da gripe, seguido de manchas na pele e artralgia. Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA), através da técnica reação em cadeia de polimerase com transcriptase reversa (RT-PCR).constataram que era causada pelo vírus
  4. Suspeita-se que sua entrada tenha se dado durante a Copa do Mundo de 2014, quando o país recebeu turistas de várias partes do mundo, inclusive de áreas atingidas de forma mais intensa pelo vírus, como a África — onde surgiu — e a Ásia.
  5. No dia 11 de novembro de 2015, o Ministro da Saúde do Brasil declarou estado de emergência precipitado por relatos de um aumento de até 10 vezes na taxa de microcefalia ocorrendo nos mesmos estados afetados pelo zika. Neste mesmo mês, o vírus Zika foi isolado em um recém-nascido com microcefalia e outros problemas congênitos no estado brasileiro do Ceará.
  6. A epidemia seguiu um padrão semelhante a um surto de vírus Chikungunya na mesma região, outra doença até então desconhecida pela população local. O vírus atingiu a Colômbia em outubro.
  7. e outros países da América Latina, incluindo o Caribe, em novembro e dezembro de 2015.
  8. Casos confirmados também foram importados da América do Sul para Europa e Estados Unidos. Um dos casos foi o de um viajante que retornou em março de 2015 para a Itália a partir do Brasil.
  9. Alguns casos de infecção pelo vírus Zika importados foram relatados nos Estados Unidos.
  10. e Austrália.
  11. Em janeiro de 2016, três casos foram relatados no Reino Unido.

  12. e quatro no Canadá.
Like
Share

Share

Facebook
Google+