11 Sinais De Que Você Pode Estar Com Diabetes

Embed

  1. A diabetes é uma doença silenciosa que afeta mais de 10% da população mundial, a pessoa com diabetes não consegue descobrir logo que seu metabolismo do açúcar está alterado, no entanto a pessoa com diabetes pode notar alguns sinais e sintomas, quer numa fase inicial, quando ainda não sabe que é diabético, quando tem alguma hipoglicemia ou algum aumento dos valores de glicemia ( hiperglicemia ). Em contrapartida, um número crescente de crianças e adolescentes nos países desenvolvidos, tais como os Estados Unidos, estão desenvolvendo diabetes tipo 2. A pesquisa revelou que 54% dos entrevistados com diabetes tipo 2 apresentavam problemas de visão, 26% sobrepeso, 22% problemas cardiovasculares e 4% precisaram amputar um membro. É sabido que, de todas as amputações de membros inferiores, 40% a 70% estão relacionadas ao diabetes e que 85% destas começaram com uma úlcera no pé. Diabetes é a causa isolada mais comum de insuficiência renal terminal (IRT) na Europa e nos Estados Unidos.
  2. Ele foi inscrito, ao nascer, em um estudo da Universidade do Colorado à procura de marcadores para diabetes Tipo 1 no sangue do cordão umbilical. Sabe-se há muito que diabetes Tipo 1 é conhecido por ter uma base genética que interage de alguma forma com fatores ambientais — alguns vírus são fortes suspeitos — para causar um ataque às células beta do pâncreas, que produzem a insulina. No último verão, ela participou de um acampamento com tema diabetes onde, além de praticar esportes aquáticos, ela pôde aprender mais sobre sua doença e como lidar com ela. ________.Plano de Reorganização da Atenção á Hipertensão arterial e ao Diabetes mellitus.
  3. Cerca de 90% dos casos de diabetes se trata de diabetes tipo 2”, se manifestando mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. A alimentação tem papel extremamente importante sendo, Sintomas de Diabetes casos, tratamento acompanhado de atividade física, sem necessitar de medicação. Cerca de 3 a 8% das mulheres grávidas desenvolvem diabetes gestacional e isso acontece porque os hormônios da placenta reduzem a ação da insulina. Controle do diabetes gestacional é realizado geralmente através de orientações nutricional adequada, sendo para cada período da gravidez, uma quantidade determinada de nutrientes.
  4. A importância do Diabetes Mellitus, como um sério problema de Saúde Pública, está no fato de que a maioria das complicações inerentes à doença é altamente incapacitante para a realização neste site das atividades diárias e produtivas, compromete a qualidade de vida e tratamento das mesmas é extremamente oneroso para sistema de saúde (Vinicor, 1994; Dagogo-Jack, 1995).
  5. No diabetes tipo 2, no diabetes gestacional e em outros tipos de diabetes, organismo não produz insulina suficiente ou não consegue utilizá-la da forma apropriada (episódio chamado de resistência à insulina). Diabetes tipo 1 aparece já na infância ou na adolescência e paciente necessita do uso de insulina diariamente para adequar os níveis de glicose no sangue. A presença do diabetes gestacional é assintomática, por isso, recomenda-se acompanhamento do índice de glicose, em jejum, durante a gravidez. A presença de hipertensão arterial e baixos níveis do bom colesterol sempre devem chamar a atenção para risco de diabetes.
  6. Foi perguntado também quantos hipertensos estão registrados naquela unidade de saúde, sendo que a resposta foi 164 hipertensos e finalizando foi perguntado se todos esses hipertensos faziam acompanhamento regularmente e a mesma respondeu que sim todos fazem acompanhamento. Pode-se recorrer ao doador vivo no caso de órgãos duplos ou grandes, tal como fígado que pode ter uma fração removida para doação.
  7. Excesso de urina, chamado em medicina de poliúria, é um dos primeiros sinais e sintomas do diabetes. Quando há uma elevada concentração de glicose no sangue, geralmente acima de 180mg/dl, corpo precisa arranjar meios de eliminar este excesso; caminho mais fácil é pelos rins, através da urina. Portanto, quanto maior for a glicemia (concentração de glicose no sangue), mais urina paciente eliminará. A perda de água causa desidratação, que por sua vez desencadeia uma sede excessiva.
  8. Diabetes tipo 2 é mais comum do que tipo 1 e costuma ser chamado de diabetes independente de insulina. No entanto, à medida que as pessoas envelhecem ou ganham peso, estão mais propensas a terem diabetes pois pâncreas pode não funcionar adequadamente, ou as células podem se tornar incapazes de usar a insulina produzida por ele. Mulheres que tiveram bebês grandes (acima de 4Kg, por exemplo), ou que tiveram diabetes gestacional, têm um alto risco de desenvolverem diabetes mais tarde. Médico questionará sobre os sintomas e fará um exame sobre a taxa de açúcar no sangue ou poderá também verificar essa taxa em uma amostra da urina.
  9. Essas dicas fez com que me preucupasse mais com a minha saude tenho uma sobrinha de apenas 7aninhos de idade com diabetes tipo1 isso é muito ruim nos possibilita de faezr algum que gostamos em fim mas estaremos aki pronta pra defende-la de tydo que é ruim. Lembrando que meu filho xixi dele é transparente, não tem odor, não tem gosto ( parece loucura mas eu provei a urina dele).
Like
Share

Share

Facebook
Google+